Imposto de Renda 2019 exige mais documentos! Saiba como se organizar!
18 FEVEREIRO, 2019

A Declaração do imposto de renda terá algumas mudanças na documentação em 2019.

Uma delas é a obrigatoriedade de informar o CPF de todos os dependentes e alimentandos, independente da idade. Antes disso, a obrigatoriedade era apenas para dependentes a partir de 12 anos. A exigência de documentos sobre veículos e imóveis também aumentou.

Outro ponto importante está sobre a informação da alíquota efetiva para o cálculo do imposto. A partir de 2019 a alíquota deve constar ao lado dos valores de impostos a pagar ou restituição a receber.
 
Além disso, no que diz respeito aos bens, na declação de imposto de renda 2019 as informações complementares também serão obrigatórias, por exemplo no caso de imóveis, será pedido a data de aquisição, área do imóvel, registro de inscrição em órgão público e no cartório. Para veículos, será pedido o Registro Nacional de Veículo (Renavam).
 
A RFB também vai pedir o CNPJ da instituição financeira onde o contribuinte tem conta-corrente e aplicações financeiras.
 
Também já é possível, desde 2018, a impressão do Documento de Arrecadação de Receitas Federais (Darf) para quitação de todas as quotas do imposto.
 
O prazo para a entrega da declaração de IRPF 2019 tem início dia 1º e termina no dia 30 de abril às 23:59 do horário de Brasília.
 
Tabela de mudanças na declaração de IRPF 2019
 
Declaração de IRPF 2018 Declaração de IRPF 2019
Preenchimento de campos destinados às informações complementares era facultativo. Preenchimento de campos destinados às informações complementares é obrigatório.
Declaração de CPF de dependentes a partir de 12 anos. Declaração de CPF de dependentes de qualquer idade.
Informar o CNPJ da instituição financeira onde tem conta-corrente e aplicações financeiras era facultativo. Informar o CNPJ da instituição financeira onde tem conta-corrente e aplicações financeiras é obrigatório.
Informar sobre a alíquota efetiva utilizada no cálculo da apuração do imposto era facultivo. Informar sobre a alíquota efetiva utilizada no cálculo da apuração do imposto é obrigatório.
Possibilidade de impressão do DARF para pagamento de todas as quotas do imposto, mesmo em atraso. Possibilidade de impressão do DARF para pagamento de todas as quotas do imposto, mesmo em atraso.

 



Fonte: https://www.jornalcontabil.com.br/imposto-de-renda-mudancas-na-declaracao-de-irpf-em-2019/; https://

Últimos Artigos